domingo, 15 de novembro de 2015

O Cine Theatro Cachoeirano, a Secult e a PMC apresentam a sua primeira produção teatral em Parceria com a Cia de Teatro Amador Os Mais ou Menos.


O Espetáculo Hermanoteu na Terra de Godah é uma adaptação do espetáculo homônimo da Cia de Teatro Os Melhores do Mundo que foi escrito e lançado no ano de 1995 e que vem fazendo sucesso nesses 20 anos.
A peça conta uma historia fictícia de Hermanoteu que se passa no Antigo Testamento da Bíblia, um hebreu da Pentescopéia, que recebe uma missão de Jeová, para libertar a Terra de Godah. Na sua viagem várias coisas inusitadas acontecem, interligando inúmeros elementos e personagens de diferentes tempos e lugares da História.

Em todas as coisas há sempre um resultado cômico, com vários momentos de improviso, saindo assim de um roteiro linear, o que acaba gerando muito mais surpresa no público, fazendo com que um espetáculo seja sempre diferente do outro.
A adaptação da Cia de Teatro Amador os Mais ou Menos tem a direção da Cineasta Luciana Sacramento e do Artista Visual Betto Veras. As apresentações aconteceram nos dias 12 e 13 de Dezembro ás 20 horas no Cine Theatro Cachoeirano, a entrada custará o valor simbólico de Cinco Reais e será revestida para compra de material e figurino para o próximo Espetáculo do grupo " O Auto da Van do Inferno" com estréia prevista para 2016.

Novembro Negro:Prefeitura de São Félix avança para o reconhecimento de comunidades quilombolas



A prefeitura municipal do São Félix, no Recôncavo Baiano, por meio da Diretoria da Promoção da Igualdade Racial, deflagrou a mobilização para o reconhecimento das comunidades de Subauma e Engenhoca, como quilombo. O primeiro passo para isso foi dado no último dia 9 de novembro, com a realização de reunião com moradores das duas comunidades e representantes da Diretoria da Promoção da Igualdade Racial, o diretor Antônio Bastos de Oliveira Neto e o assessor Cláudio Emanuel  Santana Reina, além da diretora de Agricultura e Meio Ambiente, Célia Lima e do assessor do órgão Gerson Carvalho Barbosa. Na ocasião o prefeito Duda Macêdo foi representado pelo secretário municipal da Administração, Aldo Júlio Fróes.

Durante a reunião, os representantes da Diretoria da Promoção da Igualdade Racial registraram depoimentos de antigos moradores de Subauma e Engenhoca. Após os relatos, os moradores se autodeclararam quilombolas, o que foi registrado em ata. Procedimento considerado essencial para o reconhecimento do Governo Federal para identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes de comunidades quilombolas. Dentre os antigos moradores participaram da iniciativa os líderes comunitários Manoel Francisco Soares, Paulo Celestino dos Santos e Cândido Celestino Conceição. O reconhecimento pelo Governo Federal das duas comunidades quilombolas vai permitir a implantação de programas e ações de políticas públicas de reparação e promoção da inclusão e social.  


quinta-feira, 20 de agosto de 2015




Cachoeira terá 1ª Conferência de Juventude no dia 26


A juventude de Cachoeira, vai se reunir na próxima quarta-feira, dia 26, no Cine Theatro Cachoeirano, para debaterem propostas e ações para o desenvolvimento de políticas públicas durante a primeira Conferência Municipal de Juventude.
Esta etapa compõe a terceira Conferência Nacional e Estadual da Juventude, que tem como tema, “As várias formas de mudar o Brasil”. Os debates serão norteados pelos 11 eixos temáticos do Estatuto da Juventude, documento sancionado em 2013 que assegura uma série de direitos aos jovens brasileiros.
A programação terá início às 08 horas com credenciamento e seguirá até as 17 horas com palestras, elaboração de propostas, apresentações culturais e eleição de quatro delegados para representar Cachoeira na etapa territorial.
Podem participar jovens de 15 a 29 anos, movimentos juvenis, entidades civis, e interessados na pauta das políticas públicas de juventude.
Maiores informações na Secretaria de Assistência Social, situada no Lago D’Ajuda, no Centro Histórico ou pelo telefone (75) 3425 2504.

Intromissão rídicula do Governo do Estado na festa da Boa Morte em Cachoeira

Foi ridícula a intromissão  de dois balões publicitários do Governo do Estado da Bahia, no cortejo da procissão de Nossa Senhora da Glória, da secular Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, no dia 15 de agosto, considerado o ponto alto da maior manifestação de resistência e fé do povo negro do Recôncavo Baiano. Tradicionalmente, a tão aguardada procissão, uma das funções públicas da Irmandade composta exclusivamente por mulheres negras sai, com o andor  de Nossa Senhora da Glória, encerrando um ciclo de três dias de veneração que simbolizam a morte, o cortejo fúnebre e a Assunção da Virgem, no terceiro dia. Este ano, os marqueteiros do Governo do Estado, demonstrando total desconhecimento do que representa as celebrações de agosto da Irmandade na cidade histórica de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, decidiram introduzir dois balões, atrás do andor da Santa,  durante todo o cortejo. Vale lembrar que os que patrocinam essa descaracterização foram os mesmos que  reconheceram a Festa da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, como patrimônio cultural da Bahia. Senhores marqueteiros do Governo do Estado, a Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte não é bloco afro de carnaval. Fica aqui registrado o meu protesto.